Santa Casa da Misericórdia de Cascais


CASA GRANDE

Introdução/Apresentação

É um projecto de intervenção comunitário regido por valores cristãos cuja missão é a promoção e o apoio ao desenvolvimento dos projectos de vida individuais e das famílias.

Pretende abrir espaço e criar condições para que os indivíduos e as famílias encontrem a sua identidade e o seu papel como principais educadores e construtores de uma sociedade mais digna e justa onde “ a Vida de cada ser humano é amada, respeitada, defendida e promovida em todas as etapas e em todas as suas dimensões (cultural, raça, religião, sexo, etc.), desde a concepção à morte natural “.

São estes os princípios que norteiam, desde 2003 o caminho e a missão da Casa Grande.

Os serviços prestados pela Casa Grande estão direccionados para as áreas da infância, juventude, adultos e idosos.

Serviços/Valências/Actividades

A Casa Grande desenvolve o seu trabalho em três projectos principais: Projecto Família, Projecto Desportivo e Projecto Saber mais!

Projecto Família - dirigido às pessoas e Famílias da comunidade (incluindo as das crianças e adolescentes do ATL da Galiza), com uma forte componente de integração, trabalhando a educação e formação das mesmas, com a criação de medidas que apoiem e promovam o seu desenvolvimento e ajudem à transição e integração na vida activa.

Este projecto tem como Missão abrir espaço e criar condições para que as pessoas e Famílias encontrem a sua identidade e o seu papel como principais educadoras e construtoras duma sociedade mais digna e justa.

O Projecto Família incide nas seguintes áreas:

  • Formação e animação das pessoas e Famílias
  • Dinamização mensal dos “Escola de pais”
  • Fortalecimento dos recursos das pessoas e Famílias
  • Reforço da Identidade das pessoas e Famílias – visibilidade
  • Envolvimento Comunitário das pessoas e Famílias
  • Apoio ao Projecto de vida de adolescentes e jovens
  • Programa de reforço, valorização e recuperação de aprendizagens
  • Programa de Férias

Actividades do projecto família:

  • Distribuição semanal de géneros do Banco Alimentar a 90 famílias;
  • Apoio pontual a situações de emergência e acompanhamento das mesmas em articulação com a CMC através do protocolo “Apoio a munícipes em situação de vulnerabilidade sócio-económica”;
  • Atribuição de bolsas para jovens carenciados a frequentar cursos ou a universidade;
  • Visibilidade das histórias de vida da comunidade através do boletim, blogue e futura construção do site “Em Família”;
  • Apoio ao associativismo comunitário com a cedência do espaço a apoios logísticos aos grupos dos NA’s, AFAIJE e ANAC;
  • Alimentação da bolsa de emprego através de um programa diário de ofertas em parceria com a DIST e voluntariado;
  • Aconselhamento jurídico em regime de voluntariado;
  • Apoio à 1ª infância, com a atribuição de enxovais sob a responsabilidade de voluntariado;
  • Banco de roupa e utilidades sob a responsabilidade de voluntariado;
  • Visita e apoio a idosos em situação de isolamento ou doença;

Projecto Desportivo - dirigido especialmente às crianças e jovens da comunidade. Tem uma forte componente educativa e integradora. Surge da necessidade dos próprios jovens de praticarem actividade física e de adquirirem experiências e valores através do desporto.

Tem como Missão servir a comunidade, criando oportunidades de participação desportiva, que promovam a formação, o crescimento saudável e o desenvolvimento integral da pessoa e facilitem a sua integração na sociedade.

Este projecto pretende dinamizar e promover actividades físicas, contribuir para a socialização dos praticantes, integrar as crianças e os jovens nos clubes do Concelho, contribuir para o bem-estar físico e psicológico das crianças e jovens.

O Projecto Desportivo incide nas seguintes áreas
  • Consolidação da Escolinha de Rugby da Galiza
  • Manutenção dum Gabinete desportivo
  • Campanha de saúde no desporto
  • Visibilidade e divulgação
  • Formação complementar
  • Actividades lúdicas
  • Organização e participação em eventos desportivos
  • Participação das crianças e jovens em diversas modalidades desportivas

Projecto Saber mais! - dirigido às comunidades mais vulneráveis.

É um projecto de formação, cujo lema é: saber mais para ser e fazer melhor!

Tem uma forte componente de integração dirigida essencialmente para duas vertentes:
- Integração comunitária das pessoas e Famílias
- transição/integração na vida activa

O Projecto Saber Mais!, concretiza-se através das seguintes acções dirigidas a jovens e adultos:
  • Curso de alfabetização
  • Informática
  • Corte e costura
  • Inglês (curso de iniciados e avançados)
  • Português para estrangeiros (curso de iniciados e avançados)
  • Cerâmica

Contactos/Moradas/Horários

As formações acontecem de 2ª a 6ª feira, das 10h às 22h e ao sábado das 10h às 17h.

Tel - 21.4671334
Email - casa.grande@scmc.pt

Morada
Casa Grande da Galiza
R. D. Filipa de Vilhena
Galiza
2765-321 S. João do Estoril

Testemunhos

 “ Descobrir, é a única maneira activa de conhecer, correlativamente, fazer descobrir é o único método de ensinar”
  Gaston Bochelard

Para responder aos desafios de uma sociedade em constante evolução, os indivíduos precisam de competências que lhes permitam uma permanente actualização do conhecimento, processando e seleccionando a informação verdadeiramente importante, para a utilizarem adequadamente. Verifica-se, no entanto, que muitos alunos, nomeadamente os que apresentam baixo rendimento escolar, problemas familiares, …, não as possuem. Cabe à Sociedade/Comunidade promover essas "capacidades habilitantes" que se constituem como saberes transversais e transferíveis para situações da vida real. Foi neste contexto que surgiu as “aulas” de “Português na Casa Grande “

Muitos alunos tinham grande dificuldade em estabelecer uma metodologia de trabalho/aprendizagem, cooperar com outros, e reconhecer a necessidade, para a vida social e profissional, de uma actualização permanente face ao progresso. Acresce, ainda, a debilidade socioeconómica de alguns, que se reflecte na falta de apoio e de condições de trabalho em casa. Estes cenários iriam contribuir, certamente, para uma elevada taxa de insucesso que não se pretendia de todo. Assim, porque se acredita que se devem prevenir situações de insucesso, foi criada uma Sala de Apoio polivalente: local onde os alunos podiam trabalhar e receber os apoios necessários ao seu sucesso escolar.

Foi ainda objectivo destas aulas:
  • Ajudar os alunos a conhecerem a forma como aprendem melhor e a seleccionarem as estratégias mais adequadas a cada tarefa e ao seu próprio estilo de aprendizagem.
  • O apoio escolar, com o objectivo de aumentar a motivação dos alunos para as actividades escolares, pelo estabelecimento de objectivos pessoais e significativos e pelo desenvolvimento de concepções de si próprios e do sucesso escolar;
  • Pesquisar, seleccionar e organizar informação para a transformar em conhecimento mobilizável.
  • Realizar actividades de forma autónoma, responsável e criativa.
  • Cooperar com os pares em tarefas e projectos comuns.
  • Promover a valorização da diversidade cultural e linguística.
  • Tornar o ATL da Galiza um espaço de expressão intercultural.
  • Promover a valorização da diversidade cultural.
  • Desenvolver o conceito de cidadania / cidadão europeu
  • Ajudar os alunos na elaboração dos trabalhos de pesquisa

Ana Paula Sereno, Professora de Português para Estrangeiros na Casa Grande da Galiza

Os cursos de formação de Inglês para Iniciados e Avançados tiveram a duração de 100 horas. Este projecto teve como finalidade principal, alargar o horizonte de comunicação da população local bem como desenvolver uma consciência de identidade e tolerância cultural e social.

Tendo como base a aprendizagem da Língua Inglesa, como património cultural e factor de identidade, procura-se: motivar os intervenientes para uma atitude positiva baseada na comunicação entre os povos; contribuir para a criatividade e autoconfiança; promover uma melhoria na qualidade de educação da comunidade local.

Os cursos contemplam uma diversidade de áreas temáticas como por exemplo: o mundo pessoal, convivências, padrões de vida, comunicação e sociedade e vida profissional.

Decorridos três meses do início destes projectos de intervenção comunitária, começaram a desenhar-se uma boa relação entre os vários intervenientes, bem como uma motivação para a aprendizagem da Língua Inglesa e uma vontade social e pedagógica de articulação e interacção.

Foram introduzidas estratégias com recurso ao lúdico, a actividades criativas e diversificadas, ao uso de meios áudio visuais e informáticos. Criaram-se metodologias adequadas ao nível de ensino, faixa etária e diversidades culturais dos intervenientes. Foram propostas tarefas para fornecer competências básicas da comunicação na Língua Inglesa, compreensão de pequenos textos orais e escritos e divulgação de aspectos relativos à cultura, tradição e civilização dos povos de expressão de Língua Inglesa.

Como conclusão destaca-se uma familiarização e uma articulação teórica prática na vida das pessoas que não só, cria enriquecimento de conhecimentos e auto-estima na vida pessoal, mas também uma melhor integração na vida comunitária

Manuel Ferreira, professor de Inglês na Casa Grande da Galiza





seara.com
© Santa Casa da Misericórdia de Cascais
Todos os direitos reservados